NOVO CORONAVÍRUS

OAB cobra da Prefeitura de Chapadinha medidas mais enérgicas no combate à Covid-19

No documento, a OAB recomenda que o município disponibilize medicamentos: Hidroxicloroquina e Azitromicina para tratamento precoce de pessoas infectadas pelo novo coronavírus
Por: PORTAL JG
Data de publicação: 18/05/2020 21h28

A Ordem dos Advogados do Brasil – Subseção de Chapadinha e Região, protocolou nesta segunda-feira (18), um ofício direcionado ao prefeito municipal Magno Bacelar e para o secretário de saúde Eli Monteiro.

No documento, a OAB recomenda que o município disponibilize medicamentos: Hidroxicloroquina e Azitromicina para tratamento precoce de pessoas infectadas pelo novo coronavírus e adote medidas mais enérgicas de isolamento, como por exemplo, lockdown.

"O novo coronavírus alastrou-se por quase todos os países do mundo, tendo também já manifestado seus efeitos em todos os Estados do Brasil.

É impressionate a velocidade de transmissão de tal vírus, bem como os sintomas por ela causados, mormente no tocante àqueles com comprometimento do sistema imunológico.

Assim, há a necessidade de adoção de medidas mais enérgicas na execução das políticas públicas no enfrentamento da pandemia de COVID-19 se for o caso adotar o lockdown. 

O uso dos medicamentos Cloroquina, Hidroxicloroquina e Azitromicina tem sido promissor no estágio inicial da doença, segundo as experiências dos profissionais de saúde, que relataram os consideráveis êxitos alcançados no combate à COVID-19". Diz trecho do ofício protocolado.

O boletim da Vigilância Epidemiológica contabilizou hoje (18/05), 391 (trezentos e noventa e um) diagnósticos positivos de covid-19, são 52 (cinquenta e dois) novos casos e três registros de óbitos, totalizando 07 (sete) mortes.