SÃO LUÍS

Motorista que atropelou PM em condomínio se apresenta à polícia

Rider Gragrande Gomes de Aguiar, de 35 anos, se apresentou espontaneamente na Delegacia de Trânsito, no Plantão das Cajazeiras.
Por: PORTAL JG*
Data de publicação: 12/09/2019 11h09
Atualizado: 12/09/2019 11h13

Rider Gragrande prestou depoimento e em seguida liberado

O suspeito de atropelar a policial militar Maria Vanda prestou depoimento nesta quarta-feira (11) à polícia, após três dias da ocorrência que aconteceu dentro de um condomínio, na capital maranhense. Na delegacia, ele alegou que prestou socorro à vítima.

Rider Gragrande Gomes de Aguiar, de 35 anos, se apresentou espontaneamente na Delegacia de Trânsito, no Plantão das Cajazeiras, centro de São Luís. Acompanhado de um advogado, ele prestou depoimento e, em seguida, foi liberado.

Na madrugada do último sábado (07) ele atropelou a vizinha, Maria Vanda Rocha Cabral. A soldado da Polícia Militar foi atingida no estacionamento do condomínio Village Jardins 2, no Turu. Rider contou à polícia que estava indo deixar a esposa no hospital quando o acidente aconteceu e garantiu que prestou socorro à vítima.

Maria Vanda (Foto: Arquivo Pessoal)
Momento do atropelamento foi registrado por câmera de segurança.

Segundo a polícia, Rider deve ser indiciado por lesão corporal grave. A vítima continua internada em um hospital particular e deve ser submetida a uma cirurgia na bacia. Ela também teve lesões na coluna.

*Com informações do MA10





mais notícias


Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: