MAIS IMUNIZANTES

Maranhão prevê receber vacina Sputnik V em julho

A ANVISA autorizou na última sexta-feira (4) a importação dos imunizantes Sputnik V, da Rússia, e Covaxin, da Índia, mas impôs 22 restrições para a liberação.
Por: PORTAL JG COM O IMPARCIAL
Data de publicação: 09/06/2021 15h58

As doses da vacina Sputnik V, contra a Covid–19, tem previsão para chegar no mês de no Maranhão, segundo o governador do estado, Flávio Dino (PCdoB). A afirmação foi feita após renegociação do contrato assinado entre os estados do Nordeste e o Fundo Russo de Investimento Direto, responsável pela produção da vacina.

No último sábado (5), aconteceu uma reunião entre os governadores das regiões Norte e Nordeste, marcada após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) aprovar o uso do imunizante no país temporariamente tendo restrições. Durante a reunião, foi descartada a decisão de ir ao Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar aumentar a quantidade de doses importadas, que até o momento foram 928 mil.

“O contrato precisa readequado ao quantitativo que a ANVISA estabeleceu. E neste momento, não iremos ao STF para aumentar o número de doses autorizado.”, disse o governador em entrevista à CNN. Em março deste ano, o Consórcio de Estados do Nordeste assinou o contrato por 37 milhões de doses da Sputnik V.

Autorização

A ANVISA autorizou na última sexta-feira (4) a importação dos imunizantes Sputnik V, da Rússia, e Covaxin, da Índia, mas impôs 22 restrições para a liberação. A quantidade permitida é limitada, além de grupos específicos, como grávidas e pessoas com mais 60 anos, não poderem receber a vacina.

Também foi determinado que as doses que chegarem ao país passem por análise do Instituto Nacional de Controle e Qualidade em Saúde (INCQS) e que estados e Ministério da Saúde esclareçam sua eficácia e segurança.





mais notícias


Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: