Servidores públicos temem o não pagamento do 13º salário

Até o momento, a administração pagou apenas a primeira parcela do 13º salário dos professores efetivos.
Data de publicação: 06/12/2018 20h02
Atualizado: 07/12/2018 17h46

Luís Filho - Prefeito de Coroatá

Servidores contratados da Prefeitura de Coroatá estão preocupados com o possível não recebimento do 13º salário. De acordo com estes funcionários do município, até o momento, a administração pagou apenas a primeira parcela do 13º salário dos professores efetivos. 

Leia Também:

Prefeito de Coroatá ostenta em São Luís com seu novo "brinquedinho"

Prefeito de Coroatá pode ser afastado do cargo

Coroatá Coroatá: Justiça suspende 10 licitações do prefeito Luís da Amovelar Filho

Fontes ouvidas pelo Pirapemas.com contaram que durante todo o ano o município alegou dificuldade em honrar o compromisso financeiro com os servidores, culpando a queda no repasse do governo federal, entretanto, o que se percebe na realidade, é uma uma folha de pagamento inchada. 

A lei que regulamenta o pagamento do 13º salário diz que os municípios têm até o dia 20 de dezembro para efetuar o pagamento deste benefício, porém, em Coroatá, a tendência é que os profissionais contratados com vínculo empregatício até o dia 21 deste mês, ficaram sem esta renda extra.

mais notícias


Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: