GREVE NACIONAL DA EDUCAÇÃO

Estudantes maranhenses protestam contra cortes do MEC; Bolsonaro chama manifestantes de "uns idiotas úteis, uns imbecis"

O ato principal está marcado para as 15h, na Praça Deodoro, no Centro.
Por: PORTAL JG
Data de publicação: 15/05/2019 14h17
Atualizado: 16/05/2019 16h49

Estudantes e Professores da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e do Instituto Federal do Maranhão (IFMA), tanto na capital como no interior do Estado, iniciaram na manhã desta quarta-feira (15) as manifestações contra o bloqueio de recursos para educação anunciado pelo Ministério da Educação (MEC). O ato principal está marcado para as 15h, na Praça Deodoro, no Centro de São Luís.

Os protestos estudantis denominados de “Greve Nacional da Educação” ou “15 de maio” acontecem em todo o Brasil e tem comom objetivo barrar o bloqueio orçamentário de 30% anunciado pelo Governo Bolsonaro a instituições federais de ensino.

Reação

Em Dallas, no estado norte-americano do Texas, o presidente Jair Bolsonaro chamou os manifestantes que protestam contra o bloqueio de: "uns idiotas úteis, uns imbecis".

mais notícias


Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: