ESTUDO INÉDITO

Custo médio de cada preso no Maranhão é de R$ 1.980 por mês

O valor está acima da média nacional, que foi de R$ 1.800 por preso — a diferença no custo per capita, porém, chega a 340% na comparação entre estados brasileiros.
Por: GRUPO GLOBO
Data de publicação: 30/11/2021 16h25

Um preso custa aos cofres dos Maranhão, em média, o valor de R$ 1.980 por mês. É o que revela um estudo inédito obtido pelo Grupo Globo. O valor está acima da média nacional, que foi de R$ 1.800 por preso — a diferença no custo per capita, porém, chega a 340% na comparação entre estados brasileiros.

Para chegar aos valores, foram feitas solicitações via Lei de Acesso à Informação às unidades da federação. E, apesar de desde 2012 uma resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP) estabelecer parâmetros para a aferição do custo de cada preso, poucos estados seguem tais critérios.

O CNPCP lista como custos as despesas com pessoal (salários dos agentes e outros encargos), transporte, material de limpeza, água, luz, telefone, lixo, esgoto, itens de higiene, alimentação, atividades educacionais, recursos de saúde, entre outros.

O documento foi elaborado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em parceria com o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud).





mais notícias


Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: