LATROCÍNIO

Preso acusado de assalto a van que resultou na morte de Mikaelly Rodrigues

Sebastião dos Santos Paixão já havia sido condenado a 6 anos e 4 meses de prisão por roubo, mas foi beneficiado com o regime aberto, ficando em albergue.
Data de publicação: 05/09/2019 05h07
Atualizado: 05/09/2019 13h38

van
Em depoimento, Sebastião dos Santos confessou ter cometido o assalto,
mas nega que tenha participação na queda da Mikaelly. Foto: Divulgação.

A Polícia Civil do Maranhão, por meio da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), prendeu nesta quarta-feira (04), prendeu Sebastião dos Santos Paixão, conhecido como “Sebá”, acusado de roubo a van que resultou na morte de Mikaelly Ashlley Rodrigues, de 18 anos.

O assalto aconteceu no dia 10 de julho deste ano, na estrada de Ribamar (MA-201), ocasionando a morte de Mikaelly Rodrigues, que pulou da van durante o roubo e sofreu traumatismo craniano.

Após investigação da polícia, Sebastião dos Santos foi encontrado e preso no bairro da Vila Cafeteira, no município de Paço Lumiar.

Segundo delegado Felipe César, que atua no Departamento que cuida dos casos de latrocínio da SHPP, as investigações até agora apontam que houve uma coação dentro da van, por parte dos assaltantes. Eles, armados com faca, coagiram os passageiros e o motorista, fazendo com que a jovem Mikaelly caísse do veículo.

Ainda segundo o delegado, há 15 dias a polícia descobriu o paradeiro de Sebá e trabalhou para prender o mesmo. Nesta quarta, durante a prisão, Sebastião dos Santos ainda tentou fugir pulando muros de casas vizinhas, mas acabou sendo preso dentro de uma casa que havia invadido.

Depoimento

Sebastião dos Santos confessou ter cometido o assalto, mas nega que tenha participação na queda da Mikaelly. O acusado alega que, quando desceu da van após o roubo, Mikaelly ainda estava dentro do veículo. “Isso não faz sentido, ela (Mikaelly) ter se jogado da van posteriormente ao assalto. Já sabemos que isso é mentira. Ele (Sebastião) veio com essa história para tirar a acusação de latrocínio contra ele, para que seja acusado apenas pelo assalto.", explicou o delegado Felipe César.

Ainda de acordo com o delegado, Sebastião dos Santos Paixão já havia sido condenado a 6 anos e 4 meses de prisão por roubo, mas foi beneficiado com o regime aberto, ficando em albergue. E há outra sentença condenatória contra ele por tráfico de drogas.

Agora, Sebastião vai responder pelo crime de latrocínio. A polícia ainda trabalha para prender o segundo assaltante, o qual já foi identificado.

 





mais notícias


Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: