FEMINICÍDIO

Identificada mulher encontrada morta na UFMA; polícia investiga o crime

A vítima apresentava marcas de agressões pelo rosto e indícios de que pode ter sido esganada.
Por: PORTAL JG
Data de publicação: 13/05/2019 19h56
Atualizado: 15/05/2019 07h10

Nenhum famíliar de Roseane foi até o IML para reconhecimento do corpo

Foi identificado o corpo da mulher encontrada dentro do campus da UFMA na manhã desta segunda-feira (13). A vítima, Roseane Costa, de 45 anos, era funcionária pública municipal e morava sozinha no bairro São Cristóvão em São Luís.

Roseane apresentava marcas de agressões pelo rosto e indícios de que poderia ter sido esganada. O corpo estava de bruços, com pouca roupa e com o rosto desfigurado.

A polícia acredita que o crime tenha ocorrido na madrugada desta segunda-feira.

Para chegar até o nome de Roseane, a Polícia Civil precisou fazer análises das impressões digitais, já que no momento da perícia não havia documentos junto ao corpo. 

A delegada responsável pelo caso, Viviane Fontinelle, diz que ainda aguarda laudo com a causa da morte, mas que tudo indica que se trata de mais um caso de feminicídio. O caso está sendo acompanhado pelo Departamento de Feminicídios da Polícia Civil, localizado na Casa da Mulher Brasileira e investigado pela Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP).

Até o momento, nenhum familiar de Roseane Costa – que também era professora de escola no município de Alcântara, no povoado Itamatatiua – foi até o Instituto Médico Legal (IML) para fazer o reconhecimento do corpo.

Em nota, a UFMA lamentou o ocorrido e informou que as Polícias Civil e Militar já estão investigando o caso e a Instituição está fornecendo as imagens das câmeras para colaborar na identificação do suspeito. Disse também que a polícia ainda faz as análises para saber as causas do óbito e como o crime ocorreu.

mais notícias


Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: