CRIME

Irmãs acusadas de matar jovem em Matinha tem prisão decretada

Elas tiveram a prisão decretada pelo juiz de Matinha, Celso Serafim.
Por: PORTAL JG
Data de publicação: 14/04/2019 11h53
Atualizado: 15/04/2019 06h46

Vítima (esquerda) e suspeitas do homicídio (direita)

As policiais civil e militar do Maranhão estão a procura das irmãs Tainá dos Santos e Taynara dos Santos, principais suspeitas do homicídio da jovem Kelrry Mouzinho, de 25 anos, na cidade de Matinha. Elas tiveram a prisão decretada pelo juiz de Matinha, Celso Serafim.

Na última quarta-feira (10), as irmãs se apresentaram na Delegacia Regional de Rosário, a 67 km de São Luís, já fora do período de flagrância do crime, e como não havia decretação de prisão, as duas foram liberadas. 

Sobre o crime

Segundo o delegado Armando Pacheco, a confusão entre a vítima e as irmãs começou no último domingo (7), em um bar de Matinha. Depois, as três continuaram a discussão nas redes sociais.

Na terça-feira (9), por volta de 11h da manhã, Kelrry Mouzinho estava na porta de casa, quando as irmãs foram ao local e reiniciaram a discussão e uma dela deu seis facadas na vítima. Um dos golpes atingiu a artéria femoral de Kelrry, que morreu no local.

Nos próximos dias, o delegado responsável pelo caso poderá pedir a prisão temporária, ou mesmo preventiva, das duas irmãs assassinas.

 

mais notícias


Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: